"Hay hombres que luchan un dia y son buenos.
Hay otros que luchan un año y son mejores.
Hay quienes luchan muchos años y son muy buenos.
Pero hay los que luchan toda la vida: esos son los imprescindibles."

Bertold Brecht

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Cadê?

Agora então porfim, me dei a estudar...

Me dei para pensar na história... saí um pouco do meu submundo obscuro, me desvencilhei da impressão que dá meu sorriso triste nas fotografias. Tirei de mim a falsa ilusão da reconquista do amor próprio. Não me amo, não me tenho... sou do mundo novamente, e mais uma vez minha mente erra entre os becos escuros da contradição.
Minha mente que se faz retida nas indecisões da vida adulta, agora inflama. As responsabilidades e a pressão tomam conta das minhas ações.Falta de sonhos, falta de fé, pouca luta e porco amor.

Cadê meu verdadeiro eu?

Um comentário:

Diga o que vier à mente, sem pudores por aqui!!